Grandes construções em madeira se espalham pelo mundo


04/02/2019 | Postado por: WSI Events

O incentivo as construções utilizando madeira vem crescendo, principalmente nos últimos anos. Essa nova realidade é um importante passo dado no caminho da sustentabilidade e na valorização dessa matéria-prima tão abundante, vítima de vários mitos.

Há registros de quase um milênio de grandes construções utilizando madeira. Com o passar dos anos, materiais como concreto e aço foram ocupando o maior espaço na construção civil. No Brasil, o segmento é responsável por 9% do Produto Interno Bruto (PIB) e também por 40% de toda a emissão de CO² . Caso a utilização das florestas (nativas e plantadas) fosse maior, o impacto negativo poderia ser praticamente zerado, já que cada m3 de madeira capta uma tonelada de CO². Além disso, o aumento da demanda pelo material gera mais áreas de plantio e reflorestamento.

A realidade de edifícios com estrutura em madeira já pode ser observada em vários países da Europa, Ásia e Canadá. São construções totalmente feitas em madeira, ou mescladas com outros tipos de material e revestimentos. A cada novo projeto, novas tecnologias vão surgindo, como a madeira engenheirada, que permite aos arquitetos maior liberdade de criação, com vãos amplos em diferentes estruturas.

“A construção civil é um ótimo caminho para fechar a cadeia da floresta até o consumidor. Ela agrega valor às florestas e faz com que elas tenham um maior significado em pé do que desmatada”, afirmou o engenheiro florestal, gerente de operações da Amata, Patick Reydams.

Existe limite para a altura de um arranha-céu em madeira? Com o aprimoramento das técnicas construtivas, novos recordes são estabelecidos e quebrados em uma velocidade impressionante. O resultado são edifícios cada vez mais altos e seguros. Em Chicago, está sendo construído um edifício que, quando concluído estará entre os mais altos edifícios em madeira do mundo, com 228 metros e 80 andares.

O River Beech Tower faz parte de um movimento revolucionário na arquitetura mundial, em que recursos naturais renováveis são utilizados para construir cidades mais verdes, mais sustentáveis e com menor pegada de carbono.

Confira a lista atualizada do mais altos arranha-céus em madeira:

W350 Sumitomo, em Tóquio, Japão – 350 metros de altura

Oakwood Tower, em Londres, Reino Unido – 304.8 metros de altura

River Beech Tower, em Chicago, Estados Unidos – 228 metros de altura

Trätoppen, em Estocolmo, Suécia – 133 metros de altura

The Spar, em Portland, Estados Unidos – 91.44 metros de altura

Fonte: site Amata

Por assessoria de imprensa WSI

Tags:

  • Construção
  • Construção Civil
  • Construção Sustentável
  • Evehx Engenharia
  • Inovação
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • WSI
  • Notícias Relacionadas


    Projeto universitário cria condomínio de edifícios em módulos de CLT


    28/02/2019 | Postado por: WSI Events

    Tags:

  • Arquitetura
  • Bioconstrução é aplicada em residência no interior de SP


    26/02/2019 | Postado por: WSI Events

    Tags:

  • Construção
  • Construção Civil
  • Construção Sustentável
  • Sustentabilidade